Posts Tagged ‘Fashion Rio’

h1

O homem ideal.

junho 28, 2009

Numa overdose de mesmice fashion, cópias arquitetônicas da Balenciaga e etnias da Dior, só mesmo a moda masculina desfilada em Paris para salvar a minha verve nonsense de desejos comuns. Tendo em vista as coleções femininas desfiladas na SPFW e Fashion Rio, destaco o poder das saias transparentes de Maria Bonita Extra, os ombros volumosos de Alexandre Herchcovitch e zíperes partout na Huis Clos. Mas, ainda assim, muitas dessas peças viram fantasias na minha mente ululante, desejando que se tornem reais as expectativas de andar na rua e cruzar com uma mulher com as calcinhas à mostra e/ou cobertas por uma camiseta extra large rebordada de paetês.

Louis VuittonLouis Vuitton

Devaneios à parte, ando prestando muita atenção na moda masculina mesmo. E olha que isso é coisa rara, porque toda vez que um desfile começa eu nem consigo vê-lo até o final. Confesso que os homens me chamam mais a atenção que a roupa propriamente mostrada. Com o desfile da V.Rom foi ao contrário; olhei primeiro a alfaiataria, os brancos, os coletes. Depois é que fui enxergar as tatuagens do Matheus Verdelho (acreditem se quiser!)…

hermes 2Hermès

Mas a questão é que nenhum desfile me chamou tanto a atenção como o último da Louis Vuitton, desfilado na quinta-feira, 25.  Com uma profusão de shorts curtos (alô, alô Fábio Prado!) e calças com a barra virada propositalmente, deixando a meia aparecer com prazer _ Hermès também apostou na tendência.  As cores da LV são deliciosas, passeando entre amarelos gritantes e azuis confortáveis. Moda para um homem-dândi. Meu modelo de homem ideal. Mas, me diz, ele existe?

Louis Vuitton 3Louis VuittonLouis Vuitton 2

Se existe um, talvez não use skinny (Givenchy), adora um vestido-camisa  (Kris Van Assche) e usa sapatos estampados (Dries Van Noten). Além de se amarrar num belo foulard (Hermès) e usar casacos desabados e calças extra large (YSL).

dries van notenDries Van Noten

hermès detaislHermès

Louis Vuitton detailsLouis Vuitton

Imagens fortes não faltam na temporada pariense. E além de Louis Vuitton, Givenchy empolga com suas estrelas aparentes. Uma brincadeira fashion que pode até parecer ingrata, mas que ilumina as vistas de uma pessoa cansada de ver simples camisetas rasgadas na passarèlle! Gosto da idéia do tartan com dourados e das sandálias tacheadas, mas são os looks total white ou preto-e-branco que eu gosto mais. São mais fáceis, mais produtivos nessa nossa vibe anti-crise.

Givenchy 2GivenchyGivenchy

Descartando os sonhos, destaco agora o que é realmente desejável. Aposto em calças menos coladas ao corpo e camisetões. Além de acreditar piamente na força de sandálias masculinas. No mais, amo as proporções de Rick Owens (pena que minha altura não permite!) e a cartela de cores de Jean Paul Gaultier. Só acho uma pena não encontrar homens assim, tão bem vestidos, nas ruas.

Rick OwensRick Owens

jean paul gaultierJean Paul Gaultier

Fazer o quê? Nem tudo é perfeito!

por Daniel Amarhal
Fotos: Marcio Madeira para MenStyle

Anúncios
h1

Top 10 Fashion Rio: moda masculina.

junho 11, 2009

Celeiro de feminilidade, a moda tem focado muito pouco sua atenção aos homens. Ainda que metrossexuais se assumam é preciso uma certa paciência na hora de escolher o look certo, a griffe preferida.

Auslander coresCores que me aquecem na Ausländer

No Fashion Rio só R.Groove e Butch desfilaram coleções exclusivamente masculinas. A primeira apostou numa alfaiataria precisa, com coletes e terninhos bem bacanas. Enquanto a outra, label de Juliano Corbetta, trouxe sunguinhas-delírio para a passarela, apostando em modelos ousados enfeitados com lacinhos. 

r grooveColete-sensação R.Groove

Algumas marcas misturaram seus homens às mulheres e apostaram em peças mais confortáveis como a bermuda saruel (Totem) e o jeans degradè(Redley). Entre shorts curtíssimos e cores quentes (Ausländer) e bermudas de cetim (Melk Z-Da) o que se nota mesmo é o abandono da skinny, que dá lugar a calças largonas (TNG).

tngMacacão-desejo TNG

Querendo já antecipar meus desejos para a próxima estação selecionei o que mais gostei entre os looks masculinos. Vejam só:

butchSmoking de neoprene Butch já é hit!

RedleyBermuda com camisa eu já uso, agora jeans sobre jeans vou apostar! Redley

TotemBermuda saruel Totem é obrigação!

AuslanderVisual Dândi-C0ragem Ausländer que eu amo!

melk zdaJaqueta trabalhada e bermuda saruel em cetim Melk Z-Da. Fofuras corajosas!

redley 2Cardigã Redley para os dias frescos.

Totem 2Bermuda-clochard Totem, item indispensável!

por Daniel Amarhal
Fotos: Charles Naseh para Chic

h1

Fashion Rio: últimas impressões!

junho 11, 2009

capa

Enfim, mais uma temporada carioca se foi e a impressão que tive foi de um evento com sede de mudanças bruscas e profissionalismo por parte das marcas desfiladas. É muito fácil criticar a falta de criatividade, as cópias visíveis a olho nu nas passarelas. Difícil é prestar atenção na vontade dos estilistas de apresentar, cada um do seu modo, a sua melhor moda!

ju jabourJuliana Jabour

Algumas marcas merecem atenção redobrada. Caso de quem ousou mudar tudo e arriscar em novas modelagens, frescas criações, mesmo que estas pareçam confundir a cabeça da consumidora final. Juliana Jabour é uma delas. A estilista, famosa por seus vestidinhos em malha, lançou mão do caricatural e apresentou uma mulher mais madura e com sede de tendências-chave, como mangas bufantes, cinturas marcadas e vestidos-origamis. Eu comentei no Facebook que as novas consumidoras da marca provavelmente sejam as primas mais novas das de André Lima.

sta ephigeniaSta. Ephigênia

Na contra-mão do consenso, Luciano Canale aposta em mulheres-camaleoas para a sua Sta. Ephigênia. Famosa por seus looks festivos e jett-setters, a griffe carioca também inovou e foi corajosa demais para tanto. A coleção chega colorida, com interpretações em cima da obra de Yayoi Kusama e suas famosas (?) bolas. Muito paetê escama de peixe numa modelagem completamente desfocada daquilo que nos acostumamos a ver. Embora mereça atenção, acho muito mais a cara da Maria Bonita, fazer o quê?

Redley 2Redley

Coube a Redley fechar com chave de ouro. Comemorando os 25 anos de vida, a marca (re) lançou na passarela peças-desejo em minimalismo selvagem, com bermudas masculinas incríveis e um jeans em degradè que, de longe, foi o melhor da temporada. Gosto das calças altas e dos vestidos trapézio para as moçoilas. E embora eu seja contra a presença de famosos na passarela, Rodrigo Santoro só deu brilho ao gran-finale do Fashion Rio!

RedleyRedley

No mais, uma profusão de plumas na Tessuti que, dessa vez, errou a mão e parece ter buscado influências em Walerio Araujo. Mas, me desculpem, plumas no Verão não soa bem! Enquanto isso, Alessa Migani traz as referências da culinária para a moda e infesta o Verão 2010 de doces, pratos, taças, boquinhas e bocarras. Deliciosa de ver, experimentar e comentar. Mas, nesse caso, só as estampas já valem o comentário.

AlessaAlessa

Agora, se tem alguém que merece todos os aplausos e torna o Fashion Rio sinônimo de elegância plena esse alguém atende pelo nome de Lenny Niemeyer. O ti-ti-ti em torno de seu desfile foi tanto que os Facebookers amigos não paravam de falar a respeito. Um amigo fervoroso bradou a célebre frase: _”Lenny faz Beachwear Haute Couture”! E me diz se tem como não assinar embaixo?

O Rio nunca seria o mesmo sem essa maga da lycra, que pode simplesmente se dar ao luxo de decotar seus maiôs até o umbigo, torcer neoprene, dar laço em estampas de zebra que a gente quer sempre mais, que a gente não cansa nunca de elogiar. Porque, meus queridos, conseguir dar vida a míseros pedaços de tecido é uma lógica tão irracional como afirmar que dois e dois são cinco! Lenny é máxima, é única!

Lenny 2Lenny

E que me desculpem todos os outros, inclusive Luiza Bonadiman e Carlos Tufvesson que arrasaram, mas sem Lenny o Fashion Rio seria nada!

por Daniel Amarhal
Fotos: Silvia Boriello para Erika Palomino

h1

Fashion Rio: primeiras impressões!

junho 9, 2009

Com direção de Paulo Borges, o Fashion Rio começou na sexta-feira apresentando as coleções do Rio Moda Hype e seus novos estilistas desfilando suas coleções para o Verão 2010.

capaSalinas

Eu, particularmente, gostei de pouca coisa. Tendo em vista que uma Huis Clos-mania tomou conta das coleções dos novos e também já consagrados designers o que se pode esperar para a próxima estação é uma profusão de moulages, de construções, torções e afins.

StefaniaStefania

Gosto do macacão que abre a apresentação da Stefania e só. Adoro o beachwear selvagem da Butch, mas ainda assim, acho que falta ginga à coleção. Claro que o smoking de neoprene no final e os laços nas sungas dão show a parte, mas, me digam, quem vai à praia com a bundinha embrulhada para presente?

ButchButch

Destaque dos novos talentos, Fernanda Yamamoto refresca a moda jovem com seus vestidos feito nuvem e uma estampa a la Volpi que encanta. Pena que é quando a vista acostuma-se à beleza que o desfile termina!  Do masculino eu só consigo gostar das primeiras peças da R.Groove. A marca perde seu foco lúdico anterior e dá lugar à uma alfaiataria precisa e isso, sim, merece atenção!

Fernanda YamamotoFernanda Yamamoto

Abrindo oficialmente o calendário, a Maria Bonita Extra abre sua caixinha de surpresas e joga na passarela um doce de coleção. Influenciada por Dorothy, personagem do clássico O mágico de Oz, a moçoila MBE vai desfilar por aí infestada de paetês e saias transparentes. É delicado, é comercial!

Maria Bonita ExtraMaria Bonita Extra

O que me empolga mesmo é Melk Z-Da e seu desfile-protesto (parece que descobriram a fórmula do sucesso na passarela!) com seus vestidos-cartucheira e com recortes incríveis. A melhor coleção do estilista nos últimos tempos!

Melk ZDaMelk Z-Da

Salinas traz as cores de Almodóvar e esquece as de Frida Kahlo, como bem reverencia a canção de Adriana Calcanhotto. Mas a moda-praia da griffe chega explodindo, com engana-mamães que amarram aqui, desabam acolá. Desnecessário comentar que é bonito, sim, mas não tem nada de mais!

Aí o evento vai seguindo. Acquastudio invoca Rabanne, futurismo cansativo, exagerado! Mara Mac começa bem com seus brancos e seus terninhos cinza com flúor-limão na lapela, mas escorrega na moulage, enquanto a Têca surge caricatural homenageando Jane Birkin e Françoise Hardy. A coleção tem ótimas sacadas, adoro os looks florais. É, Saint-Tropez é aqui!

TecaTêca

Graça Ottoni exagera no cetim, mas traz cores boas para a passarela. Alguém se lembrou que é verão! A TNG chama Regina Guerreiro para a direção criativa mas o ti-ti-ti fica por conta da presença de globais na encenação. A coleção em si nem é toda ruim, tem sacadas espertas, caso dos pixelados no final. Mas aí, meu bem, não é preciso desfilar…

CantãoCantão

A segunda, 08/06, começa com a Apoena. Isabela Capeto do evento carioca, a marca traz bordados, flores, cores e amores. Homenagem sintética à Brasília de Niemeyer! Depois teve a Cantão com suas mulheres-aventureiras, devotas de Robinson Crusoé, trajando preto e branco paetizado e um jeans com listras enviezadas que é de babar. Moda fácil, claro. Mas, ainda assim, gostosa de ver e comentar.

Luiza BonadimanLuiza Bonadiman

Victor Dzenk também aposta na Riviera e traz vestidões soltos, estampas pixeladas e peixes em preto e branco que valem a investida. Já a Coven infesta seu tradicional tricô de pérolas, uma brincadeira fashion que dá super certo.

LuizaLuiza Bonadiman

Mas é claro que o melhor do dia fica por conta de Luiza Bonadiman e Carlos Tufvesson. A primeira deixa de lado sua verve romântica e aposta num mulherão que vai à festas e noitadas com maiôs recortados e cheios de macramê, amarrados no corpo, só pode ser. Enquanto Tufvesson protesta contra a homofobia, traz as cores do arco-íris para a vida real e encurta seus vestidos de festa, também carregados de paetês. Mostrando que, sim, é possível ser feliz na moda e na vida real. Amém!

Carlos TufvessonCarlos Tufvesson

Palmas calorosas!

por Daniel Amarhal
Fotos: Silvia Boriello para Erika Palomino